HOMENAGEM AO C. R. VASCO DA GAMA

O RESGATE E A CONSERVAÇÃO DA MEMÓRIA DE UM GRANDE CLUBE FAZEM DO SEU PASSADO UM EXEMPLO E INCENTIVO PARA NOVAS CONQUISTAS.
ESTE BLOG PRESTA UMA HOMENAGEM AO CLUB DE REGATAS VASCO DA GAMA E A TODOS OS COLECIONADORES QUE GUARDAM COM CARINHO A MEMÓRIA E AS GLÓRIAS DE UM DOS MAIORES CLUBES DE TODOS OS TEMPOS, ATRAVÉS DA DIVULGAÇÃO DE IMAGENS DO ESTÁDIO DE SÃO JANUÁRIO E ACERVO PARTICULAR.
NÃO PERCA, TODA A SEMANA, NOVAS IMAGENS SOBRE COLEÇÕES, ANTIGUIDADES E CURIOSIDADES DO C. R. VASCO DA GAMA.
SEJA UM MEMBRO SEGUIDOR DO MAIOR ACERVO DE COLECIONISMO VASCAÍNO.
O QUE ERA BOM, FICOU AINDA MELHOR.
BEM VINDO, ENTRE... A CASA É SUA!

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

60º Campeonato do Rio de Janeiro / 1958 Federação Metropolitana de Remo


FEDERAÇÃO METROPOLITANA DE REMO

PROGRAMA OFICIAL DA REGATA DO 
60º CAMPEONATO DO RIO DE JANEIRO

A realizar-se na Lagoa Rodrigo de Freitas
em 16 de novembro de 1958
em homenagem ao
EXMO. SR. DR. JUSCELINO KUBITSCHEK DE OLIVEIRA

D. D. Presidente da República

____________________________________

CAMPEONATO DO RIO DE JANEIRO

O "Campeonato do Rio de Janeiro" é a prova magna do remo metropolitano, sendo instituída pela União de Regatas Fluminense, em 1897, com a denominação de Campeonato Náutico do Brasil, para ser corrido em embarcações de tipo uniforme, sorteadas um mês antes da sua realização.
O campeonato foi disputado pela primeira vez em 1898, tendo a sorte designado o tipo de balieira a quatro remos. Em 1899, o tipo sorteado foi o de canôas a quatro remos, e em 1900 novamente de balieiras a quatro remos.
Neste último ano, por designação do novo Estado, a União de Regatas Fluminense passou a denominar-se Conselho Superior de Regatas, a qual resolveu que o Campeonato fosse corrido em canôas de seis remos de voga, a contar de 1901. Mas, pela falta desse tipo de embarcação, o Conselho decidiu que êle fosse corrido em balieiras a seis remos.
Em 1902 foi o nome do Conselho Superior de Regatas substituído pela de Federação Brasileira das Sociedades do Remo e, reformado o Código, ficou creado o tipo oficial das yoles-franches a oito remos, em que passou a ser disputado.
Pela reforma do Código em 1921, a yoles-franches foi substituída pela yole gig a quatro remos, e novamente reformado o Código em 1927, resolveu a Federação, a título de experiência adotar para o Campeonato desse ano o sistema de pontos, por dever traduzir a eficiência desportiva das Associações, em quantidade e qualidade de remadores.
Foi êste corrido em quatro provas, sendo uma o Campeonato individual e as demais os campeonatos das classes de novíssimos, juniors e seniors.
Para 1928 foi abandonado o sistema de pontos, voltando o campeonato a ser disputado em outriggers a quatro com timoneiro aberto a qualquer classe.
Os campeonatos individual e de classes, foram mantidos até 1932.
Em 1933, o Campeonato do Rio de Janeiro, passou a ser disputado pela sistema olímpico, com sete tipos de barcos de casco liso.
Serve de troféu aos vencedores do Campeonato do Rio de Janeiro, como prêmio transmissível anualmente, o bronze do escultor A. Bofill, - "EN AVANT", - inspirado nos versos de François Coppée, que se leem no seu pedestal.

Un canot à la mer ou nous sommes des taches.
La mien si vous voules!... 


QUADRO SINÓTICO DOS CAMPEÕES DO RIO DE JANEIRO

CLUB DE REGATAS VASCO DA GAMA

EM YOLE FRANCHE A OITO REMOS
1905 - 1906 - 1912 - 1913 - 1914 - 1919 - 1921

EM YOLE GIGG A QUATRO REMOS
1924

POR PONTOS (QUATRO TIPOS DE BARCOS)
1927

EM OUTRIGGER A QUATRO REMOS, COM TIMONEIRO
1928 - 1929 - 1930 - 1931 - 1932

EM SETE TIPOS DE BARCOS OLÍMPICOS
1934 -  1935 - 1936 -  1937 - 1938 - 1939 - 1944 - 1945 - 1946 - 1947 - 1948 - 1949 - 1950 - 1951 - 1952 - 1953 - 1954 - 1955 - 1956 - 1957

RESUMO
34 VÊZES


CORES DAS CAMISAS DAS ASSOCIAÇÕES FILIADAS

CLUB DE REGATAS VASCO DA GAMA
Camisa preta e faixa branca a tiracolo com a Cruz de Malta encarnada.

Acervo Almanak do Vasco

Nenhum comentário:

Postar um comentário