HOMENAGEM AO C. R. VASCO DA GAMA

O RESGATE E A CONSERVAÇÃO DA MEMÓRIA DE UM GRANDE CLUBE FAZEM DO SEU PASSADO UM EXEMPLO E INCENTIVO PARA NOVAS CONQUISTAS.
ESTE BLOG PRESTA UMA HOMENAGEM AO CLUB DE REGATAS VASCO DA GAMA E A TODOS OS COLECIONADORES QUE GUARDAM COM CARINHO A MEMÓRIA E AS GLÓRIAS DE UM DOS MAIORES CLUBES DE TODOS OS TEMPOS, ATRAVÉS DA DIVULGAÇÃO DE IMAGENS DO ESTÁDIO DE SÃO JANUÁRIO E ACERVO PARTICULAR.
NÃO PERCA, TODA A SEMANA, NOVAS IMAGENS SOBRE COLEÇÕES, ANTIGUIDADES E CURIOSIDADES DO C. R. VASCO DA GAMA.
SEJA UM MEMBRO SEGUIDOR DO MAIOR ACERVO DE COLECIONISMO VASCAÍNO.
O QUE ERA BOM, FICOU AINDA MELHOR.
BEM VINDO, ENTRE... A CASA É SUA!

sexta-feira, 6 de abril de 2018

Foi destaque... na Revista do Esporte!


Um goleiro diferente...
A CHUVA É A MAIOR AMIGA DE ITA...

O arqueiro vascaíno revela, também, qual é seu maior defeito.

Depois de um extenuante treinamento, em que foi duramente empenhado, o goleiro Ita entregou-se a ginástica respiratória. Ainda ofegante êle foi abordado pela Revista do Esporte.
- Que é necessário para um arqueiro ser bom, Ita?
- Possuir elasticidade, arrôjo, coragem e sorte. É preciso, porém, que êle tenha vocação para o pôsto, senão nunca será um guardião de categoria.
- Se não fôsse goleiro, em que posição tentaria jogar?
- Creio que me aventuraria a ser centro-avante. Digo, entretanto, com a maior sinceridade, que sempre gostei de ser arqueiro.
- Na sua posição, que é que mais gosta de fazer no futebol, Ita?
- Tenho preferência em cair mais para o lado esquerdo e pegar bolas rasteiras.
- Tem mágoa de algum crítico?
- Mentiria se respondesse sim. Até hoje, felizmente, ninguém me feriu com suas observações. Acato com o maior respeito as críticas que fazem aos meus desempenhos, procurando tirar de cada uma delas algum ensinamento.
- E o seu maior defeito?
- Procurar devolver a bola, após uma defesa, o mais rápido possível. Essa pressa que preciso pôr de lado, faz com que, ás vezes, a devolução seja imperfeita.
Matéria publicada na REVISTA DO ESPORTE Nº 164 de 28 de abril de 1962.
Acervo Almanak do Vasco

Nenhum comentário:

Postar um comentário